Domingo, 26 de Maio de 2024 05:19
Policial Paraíba

25 pessoas morreram vítimas de choque elétrico na Paraíba em 2023

25 pessoas morreram vítimas de choque elétrico na Paraíba em 2023

18/04/2024 12h14 Atualizada há 1 mês
Por: Eli Cavalcante Fonte: ClickPB
25 pessoas morreram vítimas de choque elétrico na Paraíba em 2023

 

A Paraíba registrou 25 mortes por choques elétricos no ano passado. Segundo dados lançados recentemente no Anuário da Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), em 2023, na Paraíba foram registrados 35 acidentes por choques elétricos. Conforme verificou o ClickPB, esses números nos alertam para a urgência de medidas preventivas e conscientização sobre os riscos envolvidos.

Uma notícia ainda mais preocupante destacada pelo Anuário é o aumento no número de registros de mortes por choques elétricos em todo o Brasil. Apesar de uma redução em 2022, os casos voltaram a crescer em 13,7% em relação ao ano anterior, o que reforça a necessidade de uma abordagem proativa e educativa para evitar tragédias desnecessárias.

Segundo o coordenador de saúde e segurança da Energisa Paraíba, Lenildson Santos, é preciso ter responsabilidade, seja em casa ou no trabalho, quando o assunto é rede elétrica: “É essencial que todos estejam cientes dos riscos e adotem medidas preventivas, como realizar inspeções regulares em suas instalações elétricas, evitar o uso de equipamentos danificados ou não certificados e manter distância segura de áreas úmidas ao manusear eletricidade, por exemplo. Além disso, é importantíssimo contratar profissionais habilitados e com experiência quando o assunto envolver energia elétrica”, explica ele.

Ainda segundo o anuário, analisando os tipos de acidentes mais comuns, foi identificado que a maioria ocorre em ambientes residenciais e é causado, em grande parte, por eletrodomésticos e eletroeletrônicos. Áreas externas à residência são especialmente críticas, pois a combinação de eletricidade com água aumenta exponencialmente o risco de acidentes fatais devido a fugas de corrente.

Outra categoria significativa de acidentes residenciais está relacionada à falha na isolação de condutores elétricos. Isso inclui situações como o contato acidental com fios descobertos, tomadas e instalações provisórias. Lenildson alerta que é de extrema importância evitar o uso de equipamentos sem regulamentação ou controle de qualidade, especialmente extensões e adaptadores tipo “T”.

Dessa forma, para garantir a segurança, é importante tomar alguns cuidados, que podem até parecer óbvios, mas que muitas vezes, no dia a dia é deixado de lado, por isso, o coordenador da Energisa Paraíba reforça outras dicas e assim evitar que acidentes elétricos aconteçam. Confira: