Segunda, 22 de Julho de 2024 07:28
Politica Brasil

Bolsonarista tem mandato cassado por pagar tratamento facial com fundo eleitoral

Bolsonarista tem mandato cassado por pagar tratamento facial com fundo eleitoral

20/06/2024 07h59
Por: Eli Cavalcante Fonte: Blog Eli Cavalcante
Bolsonarista tem mandato cassado por pagar tratamento facial com fundo eleitoral

 

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amapá cassou nesta quarta-feira (19) o mandato da deputada federal Silvia Waiãpi (PL-AP). A prestação de contas da parlamentar bolsonarista foi rejeitada por unanimidade pelos desembargadores durante a sessão judiciária realizada em Macapá.

Silvia Waiãpi foi denunciada pelo Ministério Público Eleitoral por gasto ilícito de dinheiro público. A representação descrevia que ela teria usado R$ 9 mil dos recursos destinados à campanha de 2022 para pagar uma harmonização facial em um consultório odontológico em Macapá.

Na época, a coordenadora de campanha de Silvia, Maete Mastop, procurou o MP Eleitoral para registrar a denúncia.

Além da coordenadora de campanha, o profissional que fez o procedimento estético também prestou depoimento. A representação feita pelo MP Eleitoral apresenta ainda comprovantes de transferências bancárias e de pagamentos feitos na clínica.

Segundo a denúncia, o procedimento estético foi feito em mais de uma sessão, sendo a primeira no dia 29 de agosto de 2022. Nesse mesmo dia,Silvia Waiãpi (foto) recebeu os recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC).

O MP Eleitoral pontua que os depoimentos descrevem que Silvia transferiu dinheiro da conta da campanha para a conta pessoal da coordenadora. Em seguida, a coordenadora fez o pagamento pela harmonização, no valor de R$ 9 mil, por ordem da então candidata.

O advogado de Maete informou na época que ela foi induzida ao erro e que buscará alterar a condição de acusada para testemunha. Em nota, a defesa descreveu que após perceber o ato a coordenadora procurou o MP. Com informações do G1.